quarta-feira, 9 de março de 2011

chegou ao fim

Não sei se está certo,
Não sei de nada,
Ou talvez posso saber de tudo,
E não sei...

Chegou ao fim,
O fim que não era pra ser assim,
O fim que eu não planejei pra mim,
Ó, o fim...
 
Talvez, é...
 Talvez seja bom,
Talvez não pra mim,
Mas para você sim,
Sem amor, sem medo,
É, sem medo...

Medo de errar,
Medo de amar,
Medo de se apegar,
Sem medo, sem medo algum...

O fim, que triste fim,
Meu coração para de bater,
Agora sem amor nenhum,
O fim, que triste fim.

2 comentários:

  1. Caralho. Você é simplesmente foda no que faz.
    Cara, eu invejo quem consegue escrever poemas, sabe?
    Porque eu mesma só consigo os contos e olhe lá D:
    HSAHUSHAHSUH

    Parabéns mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir